FE – Ferramenta tecnologia da informação e comunicação: Percepções em auxílios pedagógicos para Sistemas informacionais – Aprendizagem e conhecimento

I – Introdução

À utilização e usualidade de recursos SI – Sistemas informacionais na percepção de auxílios pedagógicos – Apresentação de abordagens de produção – Síntese orais. A metodologia transversal: a) FE – Ferramenta em sistemas informacionais essenciais como : Editores; Ortográficos; Mídias de comunicação; Leitores auxiliares visualização Otimização de textos; Normatização textuais ISO ou ABNT, etc. Consiste apresentar exemplos populares de família Microsoft ou avançadas conexos e interligados , tais como: Word; PDF; ADOBE; Apresentação como: Power points; Slaids; publicher. Máquinas com processadores; retroprojetor de mídia. Navegadores auxiliares www- carnal aberto em World Wide wund: Charme; Explorer; Mozeli . Mobile para Leasing comunicacion in lession ; Mobile sistema virtual AVA, e etc. Sistemas gráficos web design; Sistemas de captação de fotográficas E imagens: Fotocsooping; SCAN de imagens documentais; comunicação de conversas chat : Scapy; whatzaap, Dados de evolução de sistemas e armazenadores: downlords; arquivos files.

2.1. Tópicos em linha possibles

2.1. Parâmetros dinâmica de organização, investigação e pesquisa para otimização

• Definição de serviços de otimização em apresentação de estudos e abordagens orais ou pontos palestras essenciais de modelos pedagógicos auxiliares TICs
• A método e metodologia de dados e imagens: Gráficos; Tabelas; Fotos; Filmes; documentários; Vídeos; Music; Dinâmica com games; Podcast de gravação e escrito com voz;
• Esquemas e apresentação;
• Tipos de recursos de comunicação: a distância ou semi presencial, e
Sincrônico ou assicronico. Tais: Videoconferência; Conferência; Aulas de sala; Laboratórios multimídias; Auxílios ferramentas simultâneas de controle do método: Tablet, celulares, notebook;
• Formatos de recursos imersivos com sistemas.
• Ferramenta Art’ criat; Desenhos. E etc. Organizadores de análise com arquiteturas organizacionais dinâmicos com passos a passos, e metodológico.

2.2. Planejamento com cronograma e definição

• Sistema informacionais e escolhas e seleção;
• Consulta em potenciais de programas familiares;
• Avançados sistemas;
• Consultas em fóruns;
• Consultas em comunidades ;
• Consultas de profissionais;
• Pesquisas e investigações www, base de Dados; e etc.
• Seleção e testes;
• Trabalho e seleção;
• Salvar e cópias.

2.3. Perfil de apresentação abordagem

2.3.1.Dinâmica pedagógica e método selecionado .

A dinâmica a ser apresentada oral basicamente, E com completos auxiliares com metodológicas práticas do domínio de conhecimento e aprendizagens com possibles interação de máquina assicronico ou sincronia inteligentes artificiais, utilizando BIG Date ou terra dates, e etc. Enfatizara para síntese de todos os tópicos de esquema de projeto.

2.3.2. SSAN – Projetos

Uso de dados – Base de pesquisas em sondagens – Interna – Externa.

2.3.3 . Metodológicas usadas

Contornos de desenhos, imagens, citação, computação gráfica de dados; Arquiteturas de gráficos; Máquinas- PC LENO Imagens; Mapas visualizações; Dados resultantes; Foto prato e branco, com linguagens(Português e Inglês ontológicas);Presenças de grupos também a avaliador em contribuição. Isográficos, estatísticos WWW; Imagens de resgates – Jornais antigos/ Obras raras.

2.3.4. Projeto – Instâncias de pesquisa

a) Doutor – Prazo findo;
b) Projeto – Dissertativos.

2.3.5. Cenários de estudos

1. Objeto temático;
2. Conceitual e epistemológicos clássico; Literário revisor;
3. Metodológicas – Aplicação; Questões e discussão aplicadas – Programa SSAN; PENSSAN.

Conclusão

Abordagens inclui pesquisas pedagógicas e práticas de experimentos e formação em Dados digitais e mentalidade formadora e terminológica praxes de conhecimento e informação em ferramentas em sistemas informacionais, a serem trabalhados apresentações e diversidades de disseminação enriquecidas com TICs imprescindíveis em dia a dia de pesquisadores e cientistas em áreas disciplinares do conhecimento, E comunicação acadêmica e publicações por também editores.

Referência bibliográficas

1. ENPSSAN – XIV. Encontro Nacional de pesquisadores em segurança e seguridade em Alimentação e Nutrição, 09 a 14 de Outubro , Goiânia, UFG 2019). XIV ENPSSAN 2019. Org PENSSAN Rede Nacional de pesquisadores em Seguranca6 e Seguridade Alimentação e nutrição. UFG, Goiânia 2019.

[Reflexão: Santos, Jusenildes Dos., (2019) . FE – Tecnologia da Informação e comunicação: Percepções para auxílios pedagógicos para sistemas informacionais – Aprendizagem e conhecimento. University Europeia Atlântic – Ibero-americana. TICs – Projetos. Teologia e Política – FCP. Docência pratica. ENPSSAN – PENSSAN 2019. FIAN Internacional – Brasil in. UFG , Goiânia 2019].

Tópicos pontos vulneráveis – SSAN: Mapeamento e inconstância Internacional

I – Introdução

Abordagem e painel, que buscam traçar e desenhar uma leitura conjuntural interna e externa política em SAN, a nível de conjunto subsidiária ao organismo e referência de gestão da FAO perspectivos 2010, E a trilha para o próximo relatório institucional 2018- 9 para secretária ONU – Organização das Nações Unidas, E membros de chefes de Estado e devidas linhas de combates e metas 2020 – 30 políticas internacionais em fundos de investimentos.

1.2. 0. Objetivo

Previsão possível, mais criticamente pela ótica e contextos conexos em anelos intrínsecos à tonicidade de déficits de tópicos vulneráveis e pontos impossíveis a médio prazo, se existem posições políticos de sistemas de governos, E regime: Totalitários subdesenvolvidos, colonizados, em guerras civis, conflitos, e etc. Uma disfuncional da FAO. O Brasil em uma mostra de 200 Países – ONU, como se impossível de metas. E assim caracterizam:

• Visão mundial;
• FAO in loco;
• Satisfação de necessidades;
• Energia – Alimentação básica- Comida – Refeição 24 h. – Triplas refeições diárias essenciais ou mais;
• Mudar metodologia de resgate em dados;
• Dados com mudanças de hábitos de consumo alimentar;
• FAO – ampliar as práticas que existem na América;
• Análise da situação política.
1.3.0. Aplicação do método

1.3.1. Bases otimistas

• Base de Roma para todo País e mundo;
• ONU – Governos nacionais;
• Governos permissão acompanhar os dados dentro e pra externar – interna;
• IBIA – Escala alimentar que adaptaram à metodologia EUA para outros;
• Dados 2009, 2013, 2018, 2008 – Dados México e casas no âmbito de pobreza?
• Países diferentes (Países) América?
• Classificação (Grave – Médio * Incerto.

Observação:

Tipo de termo metrô EVA – Escala segurança alimentar nas casas.
Ênfases- RARANGHAT Céus – Comparações:

• Aplicação de coleta de dados (08 perguntas);
• Escala de referência Média para países;
• 5 Food Squaire.

Limiar número justificado

• Seguros;
• INS?
• INS moderados;
• Padrão – Desvio – Corte no mundo médio moderador e baixa?
1.4.0. Marco global

Vem sendo aplicado para insegurança no Brasil:
• Moderada;
• Grave.

Fonte: Carlo Xavier. FAO – estatística Division.

II – Visão – Mudanças de dados características

2.1. Contextos Brasil
a) Má alimentação;
b) Dados de sobrepeso graves;
c) Obesidade grave;
d) Brasil e Caribe.

2.2. Alimentação Adequadamente e Nutricional com aspectos:

• 4 pontos
• Carência;
• Poder aquisitivo pequeno;
• Desigualdades sociais.

2.3. Carência nutricional

2.4. Políticas insegurança alimentar

• 41 milhões – Dados que passam fome (Mundo);
• Zona rural indefine – Núcleo;
• Indicadores rurais desiguais em alguns países.

2.5. Desafios

• Adequações de políticas e temática, E outros ficam difíceis.
2.6. Simplificar

• Má nutrição ODS;
• Gráficos- Dados elevados em desenvolvimento(Crianças , adultos);
• América e Caribe.

2.7. Consequência políticas

• Adequações;
• Padrões;
• Impostos;
• Mas urbanos.

2.8. Contribuição Importantes

2.8.1. Fatores outros

• Multiprocessamento;
• Refeição com cocção normal;
• Hábitos fora de casa;
• Mais cereais que peixes e açúcares processados.

2.9. Politicas públicas – PP

• Iniciativas de governo;
• Novos atores (Produtos);
• Marco legal.

2.10. Novas políticas para a Má nutrição e alimentação Brasil.

III – Dimensões política – Área PP

3.1. Sabor nutritiva para chegar as populações;
3.2. Comércio? Maus hábitos e suas influências (Cardápios);
3.3. Níveis de açúcares e sais.

IV. Políticas sociais – OS

4.1. Incentivos para nutritivos para regulares
4.2. Guias para educar e campanha de Governos;
4.3. As iniquidades duplicam se no contexto de dupla carga na nutrição.

Fonte: Rafael, V., USA. Enpssan 1019).

V. Mapeamento referência alimentação e o pensamento

5.1. A relação: Epidemia da obesidade
5.2. Insegurança alimentar
5.3. Sobrepeso;
5.4. Tipos (Mulheres não x Homens sim);
5.5. Sucessão de geração em geração pós gravidez.

5.6. Implementação

• Causa – Efeitos;
• Porto Rico;
• México

5.7. Estratégica única

• Obesidade;
• Sobrepeso.

5.8. Modelo sócio ecológico

5.8.1. País positivo

• Salário mínimo
• Políticas públicas.

5.8.2. Combates em prevenção

• Médias em estatura baixa;
• Morte infantil.

5.8.3. Reflexões

Ciências e focos nos sistemas existentes e trabalho.

VI. Seguridade alimentar – América Latina em tempos de crise – Política e econômica

[Fonte: Hugo Melgar, México 2019.]

6.1. Argentina – A L

• Emergência alimentar;
• Levantamento no País por levantes;
• Profissionais.

6.2. Análise de dados (Reportagem EL Pais – Manchete – Guatemala- O País vermelho?

6.3. Nível estável

• América Latina e Norte (Verde);
• Guatemala (Vermelho).

6.4. Restauração políticas alimentares.

• Índice anuais públicas;
• Órgão PP (1004, 2015 – 2017);
• Comparação – Índice alimentares que faz crescer.

VII. Ênfases e eixos de conjunto

a) SSAN – Precisa urgentemente de defesa; b) Atribuições PENSSAN inovativos; c) Segurança – Insegurança- Família- Pessoas.

7.1. Síntese

A temática e pontos em tópicos precisam amadurecerem em suas diversidades de grupos de trabalhos, dentro de abordagens centrais em redes.

Conclusão

A dialética do discurso, além debates e discussões apresentam e enfatizam dimensões com conceitos e terminologias com epistemologias contornada dentro de suas Nomenclaturas otimizantes de temáticas específicas em investigações amplas de tecnologias e em práticas e teóricas de abordagens situadas em ambientes disciplinares e transdisciplinares (interdisciplinares desencadeantes adentram-te. E existentes na áreas de estudos da FAO BR: a) Áreas disciplinares – Agroecologia; b) Área Agronegócio; c) Familiar – Sustentável. Características com 06 pilares SSAS – Soberania de diretos: a) Fornecedores e meios de vida; c) Regiões e culturas ++; d) Preparação e cocção; e) Acessos, f) Mudanças em hábitos alimentares e alimentícias com dependência de países.

Referência bibliográficas

1. ENPPSSAN,.(2019). Tópicos pontos vulneráveis- SSAN: Inconstância e mapeamento internacional. Jusenildes dos Santos. University Europeia Atlântic – Ibero-americana. TICs – Projetos. Teologia e Política – FCP. Docência pratica. ENPSSAN – PENSSAN 2019. FIAN Internacional – Brasil in. UFG , Goiânia 2019.

[Reflexão: Santos, Jusenildes Dos., (2019) . FE – Tecnologia da Informação e comunicação: Percepções para auxílios pedagógicos para sistemas informacionais – Aprendizagem e conhecimento. University Europeia Atlântic – Ibero-americana. TICs – Projetos. Teologia e Política – FCP. Docência pratica. ENPSSAN – PENSSAN 2019. FIAN Internacional – Brasil in. UFG , Goiânia 2019].

AAN – Alimentar – se adequadamente nutricionalmente: Conceitos, percepção de comunidade acadêmica – Universidades públicas.

I – Introdução

Entornos conceituais, E pano conjuntural de fundo – Comunidades universitárias acadêmicas, em campus centrais e descentralizantes e unidades, aglutinam a temática, com essenciais parâmetros positivos em coeficientes de agregação de conjuntos de construção e aspectos perspectivos – Saúde e outros mental e médicas nutricional para comportamentos – Discentes, docentes e em apoio administrativo e pedagógicos de infraestrutura em restaurantes concessivos universitários in loco a política de sustentáculos ao intra campus, junto sugestivas opções de gestão na cidade universitária por prefeitura ativas e seus i inúmeros departamentos em graduações e pós graduações e seus núcleos acadêmicos objetivos.

2. Conceitos e coeficientes – Constructos

2.1.1. Alimentação 24 horas.

Bases conceituais científicos essenciais para Bio vida humana; Básico LSN:

• Todos precisam alimentar se adequadamente e mutualmente;
• Adequadamente e nutricionalmente;
• Mas adequadamente e não restritivamente;
• Consumo N- A em linha
2.1.2. Alimentação – DHANA

A procedência de direitos humanos, para sedes assegurados em bases constitucionais de carta para Nação, compreendem por instrumental básico para introjetam PP – Políticas públicas e diversidades sócio político econômico, de desenvolvimento da sociedade. Todos assistidos para direitos, de buscarem, E proferem através de consumo a cada dia – 24, Ano – mês subsequentes, em DHANA para todos.

Ausência de preconceitos entornos da temática – Direito humano assegurado, E reconhecidos constitucionais:

• Membros países ONU, visíveis procedentes prioritários, por reportares em básicos projetos governamentais;

• Essencialmente presente. O Brasil preconceitualmente entende, e preconceitos – se por pensamento de esquerda de avanços , totalmente preconcebidas, e desconhecidamente desinformada de aspectos institucionais de gestão políticas adjunta de realidades conjunturais de terminologias técnicas construídas acadêmicas científicas e práticas, também filosóficas teóricas reconhecidas, nestes e outros de apoios universos, disseminativos e formativos pelos meios de inserções incluídos sistemas e organismos orgânicos da temáticas, além de especialistas e educadores cientistas e sua área de estudos, e investigações de núcleos centrais de construção e ensino, em pesquisa da tematizates – evolução e questões em AAN- Alimentação Adequadamente e Nutricional. Assim essa definição de preocupação e pré- concepções pouco formada da sociedade em comunidades, com posições inconcebidas da temática e realidade econômica e educativa de objetivos conceituais de adequadamente e nutricional em qualidades e quantidades tematizados e sistemáticos subtematicos específicos de apoios em : Saúde, nutrição e médica mental público e outros adjuntos paralelos prioritários para formação continuada em um ser vivo humano neste. Por tanto essas alfabetizantes preconcepções de temas ou aspectos por um exemplo e desenho e fontes preconceituosas, define se que atrasam bases disseminativos a ciência e sua epistemologia que unem nutrição e agregadoras: Saúde pública preventiva. A formação que nos cabe abordagem com entrevistas mesmas abordagens de estudos e pesquisa científicas acadêmicas e técnicas, está sua consistente especiais de atenção em CIN – Ciência da informação e comunicação com bases que se completam TICs, que ajuntar suas tecnologias provindas de Valinhos de técnicas avançadas com desenvolvimentos e processadores de bases e interativas de inteligência artificiais- Dados digitais. Além de publicações de comunicação acadêmicas e editores no campo disciplinar e interdisciplinar conjunto agregadores áreas técnicas e específicas digitais. Estas frentes individuais ou institucionais em suas organizações precedentes de fontes informacionais, referenciais de informação formação, para ensinos, Unidos de introjeções organizacionais centrais de avanço de investigações e pesquisa. Suas metas a serem atingidas precedentes de PP – Políticas públicas educacionais de aprendizagens, séc. XXI – DHANA por Direitos humanas em alimentação nutricional adequadamente. Destinam conceitos desenhados de temáticos estudos, E ativam PP – Políticas de bens públicos em seus déficits a reconstruírem e ou construírem contraditórios da sociedade e comunidades de sua cultura alimentar e suas raízes originais de produtos de suas culturas agrícolas e produção econômica regional procedente in loco, a serem verificadas e exploradas e informada e disseminadas. A temática abordagens faz necessárias suas básicas, para muitas positivas políticas públicas de comunicação acadêmica e seus editores correntes de filtração comunicadas e anuncia dos os campus e bases informacionais. Quebrarem esses preconceitos, e preconcepções que também desculturante preconcebidas , e concebidas erroneamente a que lhes cabem cientificamente acender políticas públicas- AAN ligadas a poderes educacionais formativos ao povo, acerca AAN importante para o BIP – Produto Interno Bruto, esse conectores imprescindíveis para saúde preventiva a serem investidas sistematicamente, para prever trajetos de doenças e enfermidades endêmicas epidemias públicas, impedimentos e barreiras sem perdas de vidas desencadeantes de altos custos emergenciais. Essas regulações, assim procedem suas leis legislativas, a serem aplicadas e disseminadas a sociedade, depositadas a disposições e pedagogicamente entornantes comunicadas e informadas em carnais próximos ao alcancem.

2. 2. Metodologia aplicada comunicação acadêmica – AAN

2.2.1. Métodos pedagógicos TICs.

O PODCASTS – Sistema utilizando técnicas e tecnologias com interação humana, com participação em introjeções acadêmicos pedagógicas de ensino, para produtos em recursos informacionais a serem em áreas disciplinares comunicadas e disponíveis de alcancem, por produtos digitais, como:

• Escritas faladas;
• Gravações de vozes textuais;
• Traduções de línguas;
• Produções de contextos;
• Gravados escritos;
• Temáticos.

2.2.2. Em redes sociais – WWW para INFO PODCASTS

• Produção de PODCASTS;
• Temático para: Evangelho por formação
• Redação;
• Questões médicas mentais – Introjetes antidepressivos orientados.
• Gravações temáticas.

2.2.3. Entornos tecnológicos, informação e comunicação

Percebemos tempos com vivências de conjuntos de comportamentos antropológicos sociais e psicológicos para trabalhos e ocupações produtivas de meios de produção onde a características por contratos flexível e com flexibilidade, passíveis a formatos de correm – correm, em extrema competição e espaços difusos diferem de ambientes sempre diversos a todo instante. De investimentos financeiros para prover, de trabalho, e outros tipos de comércio que percebem, o signo e segundo elementar, presente e figurando.

2.2.4. Dispositivos in loco inseridos

a) Repor, dispensa a geladeira, reafirmar que urgentemente, procedem necessidades para:

• Provê anteriores trajetos econômicos e outros;

• Reposição de objetos alimentares em produtos de estilos e tipos de alimentos em suas necessidades nutricionais adequadamente QQ, para consumo, básico e essenciais construtores e de construtores nutricionais;

b) PPC – produtos produzidos para consumos. Frutos, legumes, proteínas, grãos e etc. Frentes públicas concebidas;

c)Políticas de empregos e meios inovadores de produção, para trabalhos e ocupações laborais, em regulares participantes substanciais de conjunturas interno e externo, em cadeias conexas;

c) PPCN– Políticas públicas para comércio e negócios, sistemas organizacionais de cadeias de supermercados de abastecimentos, e em: Distribuidores e vendas para:

• Atacada;
• Varejos.

d) PPFD – Políticas públicas para fornecedores distribuidores de redes de tipos de comércio de alimentos e outros;

d) PBEI – políticas bilaterais exportação – importação em tratados comerciais em blocos comerciais e grupos setoriais de comitês comerciais: Mercosul; BRICS; e etc;

e) PPAT- políticas públicas em tecnologias agrícolas de produtos e tecnologias de plantios e comércios;

f) PPPC – Políticas públicas em preservação e conservação com regulações e legislações em áreas de plantios e agricultura e outros:

• Reservas públicas por concessão;
• Áreas e reservas de preservação;
• Áreas demarcadas e públicas tombadas explorada permitidas de riquezas: Públicas governamentais e patrimônio demarcado de comunidades;
• Saúde pública preventiva, nutrição médica e mental etc.

g) PPO – Políticas públicas orientadas. Preventiva AAN:

h) Publicação de comunicação acadêmica e informação.
• Difusão;
• Disseminativos;
• Uso de mídias de comunicação e informação;
• Redes sociais e redes – Www – Wide world.

I) PPE – políticas públicas em educação. Ensino universitário acadêmicos para: Pôs graduação e graduações em – Latus sensus

L) e Stritus Sensus.

• Planejamentos;
• Programas curriculares e extracurriculares
• Conteúdos programáticos disciplinares e interdisciplinares departamentais;
• Investigações em projetos;
• Pesquisas QQ;
• Núcleos acadêmicos práticos;
• Laboratórios de práticas disciplinares;
• Extensões temáticos universitários acadêmicos e comunitários.

J) Centros de estudos avançados departamentais:

• Pesquisas;
• Estudos e investigações por equipes de áreas e específicas docentes com: Cientistas e pesquisadores, além de especialistas de apoios pedagógicos.

m) PPA – Políticas de articulações acadêmicas

• Equipes interdisciplinar acadêmicas universitárias;
• Interna e externa de articulações em providências de programas;
• Manutenção coordenadas intrínsecas;
• Rotinas constitucionais de regimentos articulantes;
• Regulações corporativas e em cooperações particulares.

2.2.5. Prefeituras – Campus centrais

2.2.5.1. Tópicos afluentes reais

• A realidade de frente em filas extensivas de restaurantes centrais, em campus, uma política grave de suportar horas de esperas, pela concentração de discentes e funcionalismo interno optantes. Horários de refeições: Almoços; Jantares e café da manhã;

• Restaurantes funcionais apoio técnico e pedagógicos;

• Restaurantes adjuntos conjunturais internos e externos de proximidades de campus;
• Restaurantes lanchonetes;

• Alternativas de refeições curtas e rápidas interna e externas.

Conclusão

Diante de todas infraestruturas e preventivas políticas comunitárias planejadas e em gestão ativa estratégicas ainda sobrevém tementes episódios de acomodações não adaptáveis de acomodação e infraestruturas rápidas e de otimização de sistemáticas de campus e cadeias e conexões de apoios para lamentações básicos em PP – AAN. Ainda muitos déficits de gestão ativas de campus para evitar preventivos problemas, em restaurantes universitários e parcerias de apoios funcionais. Concessões e PP AAD exclusivamente inadequadas gigantes filas, sistemas ultrapassados de sistemáticas centrais. Para metabolismo e biologicamente, todo processo de espera criam impedimentos saudáveis da evolução de AAN, E suas cadeias alimentares e nutricionais e saúde metabólica para harmonia antes das refeições e pós para digestão. Além de gigantescas fileiras infindáveis. A opção econômica de restaurantes centrais, preventivas, a sistemática mais observada. Certificar se ao biologicamente e químico, além da manipulação apropriada se aplica se a política alimentar por cadeia: Em AAN e DHANA. Fundos horários, e humanos biológicos digestivos; prove dispositivos regulares em PP AAN, em repor reguladores reais a cada realidade de campus. Entornos PPU – Políticas públicas universitárias acadêmicas. Os mesmos protocolares a cada conjunto de programas departamentais e suas dinâmicas curriculares e ocorrências articulares provedores automáticos. Esses dispositivos, ao QQ em políticas de manipulações de alimentação precisam de ativas gestões estratégicas aos alcances, que reportem alternâncias e mudanças a uma clientela diversas, E suportes. O ser humano, basicamente: Discentes; apoio académico e docentes além de visitantes. O orgânico dinâmico sistemático precisa de articulações capazes de reações adversas além de rotinas. Esses Eixos e afluências inovativas de consultas e avaliações carecem PP – em AAN e DHANA. Essas influências, como potenciais para formarem fontes de energias reconstrutoras para ativos neurais intelectuais criativos, lado direito do cérebro, nestes sistemas por déficits, seus recônditos construtivos não muito contribuem em preventivas, a serem ativados por cadeia alimentar. Reafirmar entornos positivos, se faz necessárias. As vantagens e desvantagens em PP AAN – restaurantes e parcerias, urgentes áreas disciplinares em nutrição e saúde acadêmicas, e articulações para influências e afinantes apropriada para PP – AAN regulares legais, em plena PP – Políticas públicas em Inteligência artificiais, unir e agregaram perspectivas, desenvolvimento em Índice de entornos humanos e económicos de mudanças e alcançados faz firmes e construtores – IDH em áreas de campus universitários públicos.

Referência bibliográficas

1. ENPESSAN , (2019). AAN – Alimentar adequadamente e nutricionalmente: Conceitos, percepção de comunidade acadêmica – Universidades. UFG, de 09 a 14 de setembro, 2019 Goiânia, XIV – ENPESSAN , UFG.

[Santos, Jusenildes.,(2019). AAN – Alimentar – se adequadamente e nutricionalmente: Conceitos, percepção de comunidade acadêmica – Universidades públicas. University Europeia Atlantic. Ibero americana. TICs – Projetos. Teologia e política – FCP. Docência prática, ENPSSAN – UFG, FIAN – Internacional do Brasil , 2019.]

MATRIMÔNIO – “Oração, súplicas ao Senhor dos céus que vos conceda-Os sua graça [ Advento – João Batista, Jesus e as figuras de Família – Isabel e Zacarias – Jose e Maria – Plano Salvífico”.


A meditação e contemplação Evangelho neste tempo de Advento, nos levar a reflexão da importância de família, e a porta de entrada para o Plano Salvífico de João Batista, pela identidade de profeta enviado por Deus, para início da Boa Nova – Aliança e Vinda do Filho de Deus – Jesus Homem, O Salvador pela graça da concepção em Maria, plena para o matrimônio, e consagração de José – Dinastia de Davi, depois de 14 gerações.

Sábia de consagrados

A Igreja sábia quando aconselha e justifica o matrimônio, pelo discernimento de indissolúvel, em sacramento, e em pôr possível nulidade canônica casos passíveis de erros humanos ao Pecador e pecadores (Ambos), em inconsciência ao prático de adultérios, a aliança é quebrada. O repúdio, a carta de divórcio civil, iluminados para não prática de adultério consagrados até a morte que os separe. É o reconhecimento de que a consagração é sagrada, e que nada pode os separar, de Rito sacro de mutualidade em prática de permitidos para a fé e espiritualidade, e não ao sofrimento de excluídos e negados, mais iluminados, sem tentações de sofrimentos, e incluídos ao Evangelho da luz, e pastoral de 2ª união.

Divórcio civil e repúdio – Mas consagração justificados pela separação de corpos – Aliança de vidas

A união de em uma só carne e sangue por aliança, não momentos desolações de casais, e família – Possível em uma carta civil de divórcio e falência de contratos civis, a quebra de aliança, pois Jesus, deixa ser meio de ligação com o Perdão sempre, até a morte de um, fim da aliança, segundo evangelho, pois ligados pelo selo do Espirito de Deus, e carne e sangue uma e juntas, possibilidade pelo dom fecundo de família e filhos, mais que a vida de prazer de separação de corpos, mais ligados pelo selo da presença divina, pela família que os ligou, e liga. Estes ritos indissolúveis máximos conscientes, não são nulitáveis permitidos e justificados, mais fortes pelo perdão e graça divina, que sempre se fará presente, reaviva-los a prática, assim permitem. A ágape, identidade de Deus, Os filos, da filiação Divina e fraternos enquanto filhos criaturas, e Eros, que fecundos, pelos lanços da carne e sangue, torna-se abertos para a graça de família e escolhidos e acolhidos nas Dádivas de amor, pelo Dar-se um ao outro(a).

Convite a reflexão – Evangelho e família

O mistério do nascimento de João Batista, o profeta do anúncio, e do Batismo, que apresenta ao povo, O salvador, Filho de Deus, em Dinastia de Davi. Da família os laços sólidos de vida de gerações a gerações, o quanto, é imprescindível, o perdão em Familiares, para a vida de Deus, que une pela carne, pelo sangue. O nome de João, batiza e dar identidade a Deus, as criaturas, os filhos, pela família. A dinastia de Davi, une as famílias e dinastias, ao plano de salvação divina, e nossa Senhora Maria, Santa Isabel, José, Zacarias – Em casamentos, são escolhidos e acolhidos pelo amor, e assim o Evangelho apresenta-se para:

• Escolher famílias em dinastias de amor – Jose e Maria e Zacarias e Isabel;

• Parto de tempo para as Mulher da graça – Se Estéril e idade avançada;

• Se jovem e desposada maria – Em repúdio pelo mistério da ausência e desconhecimento do Divino próximo de Jose

  • Mistério da fecundidade;

• Aos casais a presença de eternos no Espírito Santo;

• Desejos de pais;

• De Zacarias a Jose;

• Geração em geração, Davi;

• Os nomes escolhidos, pelo mistério e batizo consagrado do nome Judeu de João – Identidade de filhos e filiação de pais e Pai;

• Consagrados pelo sangue e carne nos filhos gerados;

• Alegria de Zacarias, e o segredo do Pai, e Jose no mistério de amor;

• A expiação e Fé em intimidade de orates, ao Pai;

• A visitação depois do nascimento de vizinhos – João pelos próximos e admiração do povo. E Jesus, pelos Reis magos (Presentes – Incenso, Ouro e Mira) e vizinhos, assinalando pela estrela reluzente no Oriente.

O encontro, e a visita de Maria a Isabel, primas pelo laço familiar, e Dinastia de Jose na identidade, une a presença de Santificação de Espírito avivando a gestação e milagres da vida, em Filhos da Salvação, pelo amor de casais.

O nascimento de João, a circuncisão de Zacarias e Santa Isabel, no tempo, com batizo na identificação do misterioso do nome, e a profecia – Batizar pela água, e encaminhar para o batismo de Jesus no Espírito Santo. João Santifica Jesus, e Jesus confirma presença Divina no Filho do Homem, sendo Deus – João sabe que Jesus, e a planificação de amor, pelas famílias – Casais de amor.

Sob graça de consagração

O matrimônio pelo sacro momento da obediência de crentes, ao dar- e em casal -Une -se pela carne e sangue, pela uma só carne e geração.
Essa graça envolve aos que acima de tudo tementes a Deus, aos que creem, não se deixam desolantes de práticas e enganosos de pecados, são maiores, que no Perdão dia a dia, a realidade não desfaz, a identidade de filhos e guiados pelo espírito Santo. Os horrores do desamor, e repúdios na ausência de Deus (Abertura ao pecado), desfaças a presença divina do amor, em casais.

A realidade mostra que o desfaces de satã e inimigo de harmonia de famílias é satisfação em desfazer famílias consagradas em Deus, com luz de alianças em Jesus, com O espirito por luz, faz escurecer discernimentos, e as justificativas pelas simples observações, faz parte da vida e negam:

* Manipulações demoníacas em simulações dramáticas de prática adultérios e negação do sagrado; *Possessões instruídas pelos carnais de mídias expõem crianças em representações e criatividades em cinemas;
*Games sonoros e imagens cinematográficas proporcionam a deformação em formação da personalidade de humanos juvenis e adolescentes pelo símplices e ignorância de permissão de normais, vai deformado a integridade de semelhantes e imagens de filhos a serem formados pelos casais e família, e não pelo pensar e palavra de mundo;

*Circuitos de televisão reproduzem exatamente, pela personalidade da criatividade de confusão, escuridão, guerras, possessões, cruzamentos e encontros com os inimigos do homem e Deus;

*A guerra do bem e do mal, sempre em Guerra, com os semelhantes próximos sendo distanciados pelas ausências de Deus, mais em guerras e impedimentos pela distância ao amor de filos, na ágape, próximos pelas afetividades e afetos em Eros, que os identificam pela também carne e sangue que os aproximam – Homem e mulheres.

Casamento, vistos e vividos – Aos perigos da idolatria

Assumir compromissos, alianças e amor, em detrimento de temor de Deus, coloca a idolatria humana, em posição a Deus ao seu divino lugar, identidade de criaturas, espoem ao negável – Filhos de Deus. Acende espaços humanos, na superioridade, e preenchimento total em Deus, mais afetivos e irmanados no Pai. Estes desígnios enganosos segundo Sto. nácio em EE, apresentam:

*Pelas seduções prazerosas, pela idolatria;

* A idolatria em tentativos a carne e desejos;

*As inclinações nas idolatrias de ascensões, defeitos humanos em pecados veniais em caminhos de conversão, e encarnados pelo amor a Jesus e plano de salvação – A fé de crentes.

Matrimônio e a palavra

1ª Plano esponsal de clã – Tb 6,12

Os valores familiares, continuavam e se perpetuavam em sangue e dinastias, de primos e parentes próximos, sob tutelas de clãs, onde as filhas eram dadas em matrimônios para continuar a prosperidades de patrimônios e bens dentro de clãs herdeiros em filhas e parentescos e nome de sangue, e bens dos clãs em família. Ate maldições eram quebradas, em culturas de casamentos não contínuos, e a dinastia concebia parentesco por irmãos, filhos e filhas posteriores por irmãos (as), além da esposa, desposada, perante ao lado consagrado de casamento. Dava-se em súplicas, orações e consagração antes de coabitarem e uni – se. Ate maldições eram expiadas e extintas. A família era um laço eterno, em suas posteridades, por geração a geração. Casamentos fora do parentesco, passavam a existirem mistura de sangues e carnes, haviam muitas maldições. Continuar na dinastia, eram planos de salvação. Estes clãs, se mantinham com valores e sangue abençoados por Deus, e faziam perpetuarem a cultura, e pelos laços de casamentos dentro da mesma família.

2ª Plano esponsal – Casamento misto

Somente dentro de dinastias, E não com estrangeiros, estrangeiras ou estranhos, não eram escolhidos – Não se misturavam, (Estr 9, 1).

3ª Plano esponsal Cristão nao crentes

A esposa escolhida, santifica o homem por marido e o esposo santifica a esposa, (1 Cor 7, 14).

4ª Plano esponsal – Indissolúvel.

“Portanto o que Deus uniu, o homem não deve separar. Moisés em carta repúdio – Carta de divórcio? (Adultério) – Dureza de corações. Não fazer sofrer, E nem sofrer a mulher, E casos de prostituições.

5ª Plano esponsal – Virgens – Virgindade

Casamento de virgens é bom ao homem não tocar e. Mulher…Evitar a formação, tinha cada homem a sua mulher e cada mulher o seu esposo. Uma mulher dispõe do corpo; mas é o marido quem dispõe. Do mesmo modo, o marido dispõe do corpo; mas é a mulher quem dispõe, não vos recusei ao encontro, e em comum acordo, oração, entregues a outro, uni- vos, sem tentações, inclinações e seduções, que corra o pecado não podeis alcances de luz e sal em testemunho de verdades no amor, e não egoísmos individuais do corpo e desejos onipotente. Pr orientação de São Paulo, aos povos e coríntios. Discípulos comunidades de Princípios do Cristianismo, morais e éticos deveres e direitos aos civis e sociedades, não como ordens, mais doutrinas a educação e tementes ao Senhor, e respeito aos mandamentos e instrução uns aos outros, dentro de comunidades sociais, mais exortação.

6ª Plano esponsal – Imagem da aliança Iahweh – Israel.

Em valores, (Os 1,2). O profeta Oséias para intermédio com Deus.
“Vai, toma para ti uma mulher que se entrega a prostituição e filhos da prostituição, pois a Terra afastou – se de Iahweh, se prostituiram a Terra Co constantemente. Aliança construída por símbolos entre gerações famílias. como esposa Deus – Israel ama Israel, sempre como esposa infiel (Povo), se prostitui e promessa de aliança através de Oséias profeta – Amor de Deus a Israel e os povos na idolatria (Culto de Cananeus aos ídolos humanos e a prostituição, Israel também se prostituição. Aliança de Oséias a Israel, w as relações de Iahweh com seu povo com prostituição e adultérios.

7ª Plano esponsal – Imagem da união Cristo – Igreja.

Aliança de Jesus como esposo da Igreja – e o paralelo e o modelo de casamento humano.

“Sedes submissos uma aos outros no temor de Cristo para sedes purificados pelo banho da água, e Santificação pela palavra com comparação. O homem cabeça da mulher, e Jesus da Igreja, é o Salvador do corpo, e a Igreja sujeita a Cristo, e mulheres aos maridos, E homens amai-vos nossas mulheres…

8ª Plano esponsal – Casamento de Judeus.

A mulher prometida, formada no seio de valores e virtudes de dons divinos, foi em família preparada, como mulher na dinastia de Davi. Maria a José, a ser desposada. O noivado desde pequena, e o noivo sentia responsável da esposa, pelo respeito fecundo, compromisso real, E dizia marido, o esposo por futuro ao desposada distante da família, seio de escolhidos e acolhidos, e não podia despesas a mulher antes do tempo de preparação de ambos, E principal mente da mulher, o homem aguarda. Messianismo e matrimônio Ao se reconhecer em Davi REI de seu povo, e Saimel II, da – se por súplicas e ora a Deus, ver e percebe ao messiânico do Senhor, a Davi e junto, pede a Deus instrução, perante Daí, responsável pelo povo de Deus, em sua Dinastia familiar. Samuel consagra sua casa com uma presença divina. A vinda do messias, com as profecias de Natã, em Davi, (2Sm 7, 1- 16). A sabedoria, é um tesouro inesgotável para os humanos; os que a adquirem atraem a amizade de Deus, recomendadas pelos dona da instrução, (Sb 7,34). Idolatria, a prostituição do povo – Uma cultura de subserviência aos Pecados A palavra neste trajeto de planos de profecias pelas mensagem e inspiração profética de mostrar e apresentar o quando o povos, e comunidades, políticas e reinados sem o temor a Deus, afastaram se de Deus, num plano familiares de condução aos caminhos de temores e cuidados se Deus, para próceres de construção e fecundos meios com virtudes e valores divinos e não mundanos, de idólatras e prostituição aos homens, na humanidade de filhos distante do Salvador, provindos no messianismo de profetas, em pré anúncios de preparação para vinda de Deus, feito homem. A humanidade, troca, as coisas, as dádivas as práticas divinas de amor muitos entre fraternos irmãos e famílias postadas ao matrimonio, União da mulher e homem na bênção de famílias. Valores construídos de família e casamentos, ao lugar de orientações e instruções para paz, longe e distante dos planos a serem defeitos de próstata se pelo corpo, valorização de supermulheres e homens, inclinados por sedutores e prazeres passageiros e ilusórios reais mundanos e pagãos, sem o dedo divino, contra a salvação messiânica de negação ao amor. Deus para todos com harmonia: Saúde, a doença; harmonia a Deus; O provedor do suor do trabalho, a concepção; O sexo de consagrados, ao adultério; A mentira a verdade; As seduções, a integridade a vida; paz, e não a maldade. A idolatria em prostituições, ameaça e negação a valores sem valorização e zelo pelo próximo. No amor, somos inclinados e formados a perfeição de amor, sem danos a personalidade, mais perfeitos na imagem e semelhança divinas. Bendito….Bendizei nos pelo amor Livra nos da morte recursos e correntes do pecado, assim sermos salvos pelo amor de plano se salvação e civilização do amor vos, nossos inimigos da desconstrução de vida plena, és a missão de adversários de afeição a Deus, em Jesus, mais a prestação de idolatreis humanas imperfeitas, não produzem vidas, mais declínio de semelhantes e imagens da divindade do senhorio, E temores ao Senhor. Os descaminhos de imersos conteúdos de desejos passageiros possuídos de prazeres que não são em humanos de vazios e desafetos, minis carências de amor e preenchimento de presença e intimidade, e identidade de Deus Criador. Idolatras, ao corpo, aos prazeres infecundos, ilusões…enganos. Distantes cada dia do amor maior. Prostituía valores, crenças, famílias, casamentos, filhos(os), patrimônios e tantas outras, corrompemos as almas, E Espírito divino, em templos vivos, seu amor presente em todo povo. Das trevas da morte de vivos, ao seu Sto. O nome, nunca deixamos sermos, dos inimigos da maldade. Igreja e Bem-aventurados do Passado Reconhecemos estes baluartes vivos e passados, de bens aventurados vividos e vivos, representam a vida nos principais e valores de amor em Cristãos e humanidades de Cristo. Para não erra: Santos e santas honraram e honra e guia a sua igreja mística de membros da Santa Igreja.

Graças ao misericordioso o coração de nosso Deus.

Louvores, reverências e orações:

“Virtudes, dons e nossas famílias significados. Na perfeição divinas. Louvado pelos casais, que vivem o eternas de filhos e filhas de consulados do consagrado no corpo, e sangue, em rituais de dados ao matrimônio para perfeitos no amor, valores de construção Nossa identidade de Cristãos e não pagãos sem valores.”

Referência bibliográfica

1. CEI -ITAICI., (2006). EE – Exercícios espirituais. Escritos de Santo Inácio. Org. trad. R. Paiva, SJ, Loyola, São Paulo, pp.132.
2. École biblique de Jerusalem. , (2019). Bíblia de Jerusalém. Org. Trad. Paulo Bazaglia. Paulus, São Paulo, pp.10-1269

[Santos, Jusenildes ,(2019). MATRIMÔNIO – “Oração, suplica ao Senhor do céu que vos conceda-nos sua graça e proteção [Tb 6,18].” Advento – João Batista, Jesus e as figuras de Família – Isabel Zacarias – Jose e Maria – Plano Salvífico. University Europeia Atlantic – Iberoamericana. TICs – Projetos. Teologia e política – FCP. Docência práticas. 2019]

Robôs aplicativos financeiros irregulares: Haskell’ s resgates indevidos bancários – Privados, estatais permitidos vinculações de fraudes e indevidos.

Lava jato – ROBÔS resgates financeiros em aplicativos bancários como Haskell’s de desvios em indevidos e fraudes – Denúncia

Fraudes, indevidos de impostos, restrições bancárias vinculadas, tarifas institucionais e órgãos estatais, Benefícios consignados, CDCs, compartilhamentos fantasmas bancárias, casamentos civis fantasmas e contratos civis desconhecidos, consignados indevidos, contravenção de corrupção institucionais. Aplicativos contra e irregulares como regulares legais.


Esses resgates bancários, concentram grandes quadrilhas construídas em Haskell’s, em vínculos de salários benefícios de aposentados INSS e tarifas e impostos estatais e governamentais, além de nomes laranjas de inscrição fantasmas partidárias, IR e restrições de Fisco fantasmas estaduais, Fraudes consignados de bancos indevidos, tarifas bancárias indevidas com vínculos de restrições de outros, cartões de créditos e vinculações contábeis indevidos…


Uma faixada aplicada em golpes sucessivos de grandes corrupções com desculpas de fundos mentirosos, instituições governamentais para aplicarem os golpes, com permissão sem autorizações devidas e sem conhecimentos das pessoas inidôneas, com vinculações de gerências e segredos de justiças. Gerências bancárias regionais de Estados, vínculos de CPF,ID, dados bancários pessoais a conta bancária e ainda são usados para resgates bancários:


• Cartão de créditos e confirmação de dados, para indevidos; restrições bancárias; faturas de energia; faturas indevidas de água estatais; faturas de telefones; Benefícios INSS em aposentados e outro a; O CPF; Restrições e rastros indevidos são cobrados, a exemplos: IR e receitas com fisco tarifários indevidos acima dos permitidos; Descontos acima de taxação em impostos.


• Órgãos e corporações estatais de governos, procedem resgates de somas altas com estes vínculos bancários.
Atenção Lava jato, esses procedimentos vem crescendo. O bancários sofrem haskell ‘ s com permissão de bancos, E órgãos de governos, que mantêm fundos de resgates indevidos em corrupção violando direitos humanos. PROIBIDOS INDEVIDOS. Bancos permitem indevidos e compartilhamos, sendo lavados contraventores contábeis.


Laranjas bancárias inidôneas e benefícios INSS de aposentados. Consignados compartilhados indevidos; fraudes de vinculações de tarifas mentirosa. Compartilhamos de metades de salários; fantasmas de registros e resgates de fundos indevidos partidários; impostos indevidos; tarifas indevidas e com restrições plantada de Haskell’s; Inclusões de nomes de pessoas em confirmações de CPF de outros; CPF inidôneos; Boletos bancários e juros com fraudes vinculados; compartilhamos aposentados solteiros para vínculos de casamentos fantasmas via bancos estatais e privados; CDCs fraudes e indevidos; Rastros de CPF, E etc. INSS e fraudes laranjas de aposentadorias indevidas e fraudes a outras regulares compartilhadas para lavar fundos perdidos indevidos; Despesas de bancos privados e estatais com indevidos; Tarifas bancos com fraudes incalculáveis indevidas a contas e agências.


Estes e outros indevidos usados não legais irregulares em Robôs e vínculos de celulares com redes de redes com e- mail endereços On Line, em redes vinculados para roubos e assaltos robôs bancários permitidos. ABUSOS DE PODER PARA CONTAS BANCÁRIAS E IMPOSTOS, TARIFAS E VINCULOS INDEVIDOS COM FRAUDES.
Lava jato ativa, nestas fraudes e indevidos- Denúncias


[Santos, Jusenildes .,(2019). Robôs aplicativos financeiros irregulares: haskell’s resgates indevidos bancários – privados, estatais permitidos vinculações de fraudes e indevidos.  University Européia Atlantic – Es. Ibero-americana – Br . TICs – Projetos. Teologia e política – FCP. Docência em práticas, 2019.]

A tempos para graças Divinas: Deixai – vos as esperas no Senhor!

“Vinde a mim todos vós que estais cansados e fatigados, (M t 11, 28)”

A tempo para tudo… Podemos segundo a antológica força, apercebermos que a vida faz se antítese e síntese na vida cotidiana:
_ Ri e chorar;
Chorar e alegra – se;
Nascer e morrer;
Refazer ou destituir;
Construir e destruir;
Unir e desunir…

A vida cotidiana, estabelecem a plena saciamos – nos no amor gratuito logo de início em possíveis manhãs, perceber – se de alegrias, e prestar expectativas de esperas solicitar vindouras sempre. Essa assim com confiança rendemos confiança futuro e presença absolvidos e outorgados no amor leve e suavemente.
Na verdade não sabemos esperar e ficamos nas esperas. Não evangelização apressa – se para tudo e para a coisas aspectos psicológicos e comportamentais diversos, pela ausências de formação humanas e evangelização. E não se sabe esperar . E ficar a espera vigilantes, com sabedoria, buscar usufruir livremente o momento e as dádivas, que com discernimento sempre favoráveis para todos, e nunca egoísta. O que ainda não és adequados expectativamente: “ Estais o que existe, já havia existido; o que existirá, já existe, e Deus procura o que desaparecem, (Ecle.3, 15)”.
Ao Senhor tudo!
Mesmo os jovens se cansam e se esgotam; afirmam e exortam Isaías,(Is.40, 30-1) , pois a palavra entornar que ante mais moços vivem a tropeçar mas os que põem a sua esperança em Deus, renovam as forças, abrem asas como ás águias, correm e não se cansam, nem esgotam se , caminhos e não se cansam jamais. A espera vigilantes de orações ativas de mãos dadas, com o porvir no Senhor, o que ainda não estais preparado, mais se preparando, prontamente ao nosso alcance…Não ficar esperando o maná cair do céu, inesperado, mais aguardando a cronológicos e a tempos, na medida divina, que virá, assim servi nos de suas graças e dádivas, atribuídas a divindade divina de Deus, enquanto criaturas, e Criador, pois a Deus: Onisciência, onipresença e gratuidade.
O Senhor prepara tudo, a seu tempo. Portanto não devemos buscarmos de fardos pescador, mais leves, preparando – nos, tudo entre nós. A medida, que apressamos, iremos disputar aos apelos urgentes da vontade humana. Ingressando nos contratantes embates egressos e retirantes insistentes e persistentes e não no porvir vindouros. A permissão divina e preparados e formados conscientes humanas. A tempo para tudo, veredas de espera e atropelos com barreiras, que custamos , apercebermos e para que combates, vençam aos fardos leves e suaves, profundamente cada vez mais mansos. Aos discernimentos divinos, e humanos se harmonizam, e possamos escolhermos e acolher aos olhos da fé num Deus, e não somente do mundo, formados no mundo, divinos.
Temos dúvidas de que somos de Deus, vivendo no mundo, estando dentro do mundo, com irmãos e irmãs e sendo criaturas com outras criaturas racionais e irracionais, E outros seres visíveis e invisíveis do Criador. Somos do Senhor! E neste existe temos que aprendermos, que esses fardos, pela concepção de Evangelho e antologias pedagógicas de Jesus, em suas explicações apostólica de ensino, entornar sabedoria, de vida, percepção de que com tempo e A compreensão e entendimento, levem e suavemente preparados e corações contritos, perante os dons divinos e talentos aperfeiçoados e divinizando-se. Discernir dócil, iluminados e nutridos de encantos da sublimidade de senhorios. Estejamos atentos que não significa fazemos a vontade puramente de outros, para estamos bem com todos, perante Evangelho, sendo Sal e Luz. Como velas, a iluminar, os caminhos do Senhor. Penetrar, com amor, e amor também gratuito.
A sabedoria de muitos, ensina as concorrências para tudo, o corre corre nas demandas econômicas e de trabalho, que precisamos também de cautelas experientes: a) De tempos decisões; b) Tempos permissões; c) Tempos de planejamentos; d) Tempos de execuções, e etc.
A exortação da palavra ensinada, apresenta contextos em formatos de complexidade, com terminologias aplicadas de forma ontológica semânticas em tempos e duração em Projeção de Isaías e Evangelistas, a exemplo: Matheus sentido figurado, com parábolas para melhor aplicar a vida cotidianas e entendimento individual, a cada um, preferível a couber e discernir se. Por pesados os fardos, iremos observar julgo pesados, E cheios se enganos, de imediatismo, assim iremos desistir , pelos fins enganosos, aparentes compreendidos, desejos tentadores, e outros: a) Tentadores ; b) Inclinados e ardentemente aos impulsos humanos não conscientes; Delícias passageiras e sabores ardentes; Seduzidos em climas de seduções e induções; Climas de sonhos, castelos empolgantes; É vínculos de calorosos de desejos e ambições de algo, coisas; Pulsos de olhos imperiosamente atraídos e imaginados; Ilusórios de entornantes mundanos; Ludibriados por não tão distante, mais possível; Apostantes pelas reduzidas da espera. e presente, apressados passos, e podemos corromper nossa alma e vida, porque não pagamos para saber como será o momento, sem pressas, mais na pressa a tempo, no tempo. Os entornos práticos iludem muito, pois temos que a percebermos: Discernimentos visíveis e invisíveis aos olhos e a compreensão.


Espera no Senhor, aguardar no Senhor

Sempre. “ Pois o meu julgo é suave e o meu fardo é leve,( MT 11, 30)”. Paresia, vêm Senhor Jesus, a palavra também aborda de tempos vindouros, de longínquos e curtos aos momentos da eternidade, melhores que presente e distante de dores e sofrimentos humanos, que por vezes acorreram e amarram vidas, que podem trazer sofrimentos e grandes fardos difíceis de postergarem e carregar ou melhor caminhar.
“És que tudo passa.

Nossa Senhora da graça, rogai por nós e dai -nos as graças!

  • [Reflexão: Santos, Jusenildes.,(2019).Tempos para graça divinas: Deixai as esperas no Senhor! University Europeia Atlantic . Ibero-americana . TIC – projetos. Teologia e politica – FCP. Docência pratica, 2019]