Apostos e opostos dispositivos – Lei 2630/2020 e Fake News: ajustes e rigores científicos C e T

“Normativos normais x contextos de supressão de valores Inteligência artificial”

Introdução

A solução de problemas de armazenagem e organização de dispersão de dados, acrescidas da ciência e tecnologia por disciplina do conhecimento por Inteligência artificial, e um constructo filosófico e paradigma – Era digital e sociedade: Organização de dados, e por veredas de construção resposta apostas e por opostos, os ingressos em erros sem solução urgentes, os pontos negros de ilegais comportamentos de questões sociais e ocupações emergentes de pseudos ocupantes de programadores e aprendizes domésticos e esperteza da anti ética política – Viés por instâncias da sobrevivência em violações das ordens de dados digitais – A desordem de dados de informações de personalidades institucionais e públicas controversos da verdade disseminadas por TIC – Tecnologia e em informação e comunicação em redes sociais e mídias – A prática de Fake News, de apoteose Norte Americana da comunicação de marketing de candidatos partidários e raízes anti democrática e republicana da década de 1981. A versátil desconstrução em oposições comportamentos de políticas por desenho filosófico por temática e conceitual popular da politicagem. De forma precisa objetivamente o trajeto disseminadas e origens por desconstrução de perfil de comportamento público de pessoas, e personalidades, perante comunidades e sociedades desenhando o comportamento e movimento de trânsito em sua localização remota via tecnologia de informação e comunicação em circuitos à distância individual detalhadamente, neste implementado controvérsias ao reunir e transmitir dados minuciosamente para contextos w base instituídas e expectativas existentes (população)de forma mentirosas e inverdades com constructos de pseudos criatividades de publicidade “empresas de comunicação” com papel desconexos e opostas no segmento de serviços sem conceituação responsável de atos de violações de informação de forma oculta.

Paradigma – Era digital e sociedade

A era digital como paradigma com linguagem epistemológica disciplinar em áreas terminologias de suas nomenclaturas, as específicas ramificações da ciência e tecnologias. Os paradoxos construídos e herança ao processo de desconstrução de suas minúcias imprecisas aos contextos de erros e involuções de problemas em suas rotinas e atividades, (Kuhn, T. Pp.235, 1962), na interpretação de investigações “…violações de expectativas…”, na implementações de introdutórios de mudanças e transformações oriundas, de erros, novos trajetos incompletos, redesenhados com anormalidades com entornos diferentes se contrapondo ao paradigma existente, que insensata ou por sensatez científica desenho de inovações das origens do anterior. E segundo crítica do cientista traduzida, “ …é de que os paradigmas são ruins e dão às pessoas uma visão tacanha, quando deveriam sempre estar questionando o paradigma que subjaz sua disciplina.” Aos desconexos da natureza dessa ciência e frente a construção inversa de valores científicos disponibilizados em soluções de questões e minúcias problemáticos da sociedade em transformações traduzidas na raízes natureza de paradigma epistemológico disciplinar adentrantes as comunidades e ambiente laborais. A comunidade busca construir valorização as suas bases reconstruídas, aperfeiçoadas e específicas em seus co criativos engenharias e protótipos experimentais inovadores significantes engenhosos compostos e produtos tecnológicos ou e doutrinas em suas normas, leis e regras de contextos para curso de normalidades e harmonias de seus utilitários e utilizadores. A comunidade e sociedade agrega costumes, hábitos e acoplada a realidades comunitárias impacta cultura transformando ou modificando de melhores serviços e formatos, neste objetiva as investigações científicas e pesquisadores, criar uma cultura presente e futura de comportamento com valores acentuantes ou reluzir e firmes a cultura e realidade inseridas. Nunca afastar a natureza da ciência e humanidade em sua evolução e seus meios por cadeia com seres vivos. Pairando perante controvérsias e afastamento da natureza, os valores erguidos pela sustentabilidade, valores supre erguidos, às teorias imprecisas da era digital, e humanidades em bases de produção do trabalho substituídos roboticamente e não adaptados a serviço e utilização humana. Em contextos contraditórios precisamente lógica em síntese atuantes situações de erros, adentrando, rápidos e ágeis processos desenvolvidos e modificações transformando comportamentos e valores construídos e erguidos otimizadas para sociedade. Muitos formatos, e serviços auxiliante as comunidades em seus acessos incluídos por consequências políticas socioeducativas e econômicas imprecisas e inseguras. Consequentemente, culturas a frente em suas ciências e tecnológicas aceitas e caminhos de valores e conceitos morais e éticos regulares presentes de suas ordens normativas e leis composta natural paralelas, ou impostas destruidora, buscando eliminar os a postos do encontro de gênios científicos co criativos humanos. As bases errôneas pragmáticos ergues comportamentos sociais antropológicas, psicológicas e situadas de contraditórios de uma cultura sócio – econômicas da disparidades diferenças de acessos, conceituadamente concêntricos riquezas de conhecimento e informações, em teores financeiros acentuantes por comunidades determinadas e centradas. Esses comportamentos econômicos em comércio e negócios de seus mercados por seguidores e segmentos em políticas de desenvolvimento antes regulares seguros, outrossim paralelos entre ilegais ocultos e pontos controversos poluindo e destruindo a cultura e valores econômicos e eixos de ligamento, por muito menos, de muito mais, por interpretações e questionantes “excluídos” não legais, oriundas de políticas C&T, promissores para oportunidades e inovações de origens de suas bases a serem integradas sem anti valores culturais ao comum, aceita pela comunidade científica alusiva e utilitária “desenhada socialmente por verdades.

Valores éticos e culturais: ideológicos e utópicos

Em mundo questionantes e opositores são paralelos e idênticos? Valem tudo? Esses valores descontruídos fazem parte do paradigma, em instâncias de ciência natural, de interpretação para corrigir deformações e muito mais acentuar presente paradigma, essas bases de hipóteses concentração disciplinares de investigações . A sociedade e acessos da informação paradigmática faz a leitura teóricas filosóficas para suas aplicabilidade possíveis. A aprendizagem e conhecimento, empreende se por metodologias e métodos de melhores compreensões e acender interpretações a realidades. Em instituições educacionais presentes orientam e encaminham acentuantes para desenvolvimento conjunto. Esses valores, descontruídos por políticas ausentes ativas, quebra rumos de começos e veredas de saída de erroneamente em politicagem em negros opostos contrapondo realidade, a comunidade paralisada e atenta estudando, e investigando a tempo, no tempo para responder e sociedade, alimentanda em perdas e afastamento diante das disseminações não cientificamente reconhecidas. A tendência objetiva enraizar laços de integrações de acessos, nunca impostos de ocultos aderentes e informantes opcionais distraídos agregados.


O que é ideológico? O quê é utópico? Questionar paradigmas, e valores éticos…A sociedade e cultura presente de inserção, instigam de formato, por erros. Mais firme Sistema de governo e suas plataformas em politicas físicas constituídas que fazem parte.


A construção de ideias e ideários, e bases opositores que conceitos doutrinários residem? Apenas opõem, ou existem suas atenuantes consistentes solúveis e práticas científicas naturais para adensar aos viés de laços culturais da verdade e respostas a sucederem paradigma presente enriquecedora por então. Ao seus desenvolvedores práticos e suas categorias, seus combates empíricos contrapostos, a linguagem, e instrumentos fragmentados de pretensas animações e ensaios em C & T. As doutrinas conceituais de normativos e protocolos de segurança por políticas constitui se instituídas por ordem e harmonia. Dificilmente ao romper ao comum, e paralelos erguidos, a sociedades e comunidades, as culturas e sociedade herdará teorias e constructos periféricos sem rigores científicos necessários e desvalorizados, não tonicamente positivos.


Que valores éticos e tecnológicos Fake News constrói – se, a exemplos, agregam ocupações de interações humanas, por características de ociosidades existências e comportamentos psicológicos maníacas desordenadas em trilhas ocultas de redes sociais. Em situações desconceituais de profissionais programadores excluídos e atuantes ensaios domésticos sem habilidades de competências reconhecidas. Essas raízes ativas ocultas, pois escondem se, e ações destrutivas marcam comportamentos, e originam outros, com mentiras, e desalinhos presentes.

Lei 2630/2020 – Normativos por conceitos atenuantes

Os dispositivos de combate através de regulações de identificadores codificados por armazenagem e de dados digitais em TICs – Tecnologias de informação e comunicação. Esses dados disseminados, visará atender e criar normativos doutrinários ativos de seus atores individuais cidativa e organizativos, consistentes de cadastros atualizados e trânsito otimizadas de dados digitais: Mensagens e documentos diversos de suas espécies, em sistemas de informações de: Sincronizantes e compartilhados disseminados. Armazém e memorizar de seus integrais dados e laços extenso comunitários desenvolvidos, por emissores e receptores de comunicação.

Fundamentos principais: Dados digitais

Atores e identidades – Pontos

a) Identidade cidativa; Celulares móveis; Redes sociais; Provedores e Chips.
b) Características pontuais individuais:

1. Armazenagem e memória de identidades cadastrais atualizados(nacionalidade e estrangeiras;

2. Codificações identificadoras de memória de celulares – Cadastro vinculantes do cidadão (Nacionalidade e estrangeiras);

3. Redes sociais e sistemas de informações: Softwares e programas integrados e laços de capacitores de Armazenagem e memórias por tempo x ou y a serem identificadas, mesmo que excluídas de suas origens;

4. Provedores e identificadores em memórias e Armazenagem de dados;

5. Chips e identificadores digitais e dados armazenados e memória.

Fonte: www. TV senado.gov.br

Ciência práxis e a teórica filosófica ética: A serviço da humanidade e princípios cristãos

“O amor é a prática de valores feito carne e sangue “


Perdão vida de compreensão e nem todos têm esse poder e sabedoria, e alcance na ausência de atos injustos. O que leva as pessoas a cometerem erros, na busca de controvérsias de valores morais, pois a formação e deformação não são iguais.
Esse paradoxo apresenta se em questão social, polêmicas e veredas. Em instâncias institucionais profundos.


A construção de valores, ao ensino e exortação de Jesus, não devemos construímos na areia, mais na rocha, e deixando firme. Essa percepção ressurgem por dispositivos de reflexão. Que valores temos construídos e herdados, e quais passamos para família e filhos, além de nossos ambientes de vida?
Acreditamos que esses signos de reflexão guia – nos, e serão, poderão por instrumentos de buscas infinitas em nossos.

A conceituação paradigmática – Rigores científicos

A percepção filosóficas em referências em origens do pensamento pós – moderno” Estruturas da revoluções científicas, Kuhn, Thomas em 1962. A leitura de (Bowdon – B, Tom 2019), 50 clássicos da filosofia. Abordagens de investigações de ideias antiguidades à era moderna. A interpretação na compreensão origens, definia que paradigmas não existem só na ciência, mas que são a maneira natural de os humanos compreenderem o mundo, (Kuhn, T.Pp.229, 1962).


Mesmo que a contextual e compreensão crítica veja adentrando por incompletas e sem entornos otimistas para a sociedade leiga traduzida na epistemológica disciplinar3s de áreas, uma espécie linguagem científica identidade acadêmica situadas em seus tempos, sujeitos e atores do pensamento e conhecimento . O desenho de linguagem, por antítese: “ O que eram patos no mundo do cientista, antes da revolução são coelhos depois.” Os entornos de tecnologias e atento alonga perceptíveis de que, Raio X, o por surpreso pela substituição ao senti – se surpreso, ao novo, visionária e percebia mais sem definição dos fatos explícitos sem encaixe de sua s práticas existenciais descobertas científicas. Em detalhes suas orientações perceptíveis reflete que: “ Quando um paradigma é substituído por outro, o próprio mundo parece mudar.” Neste, perímetro definido aqui, encontramos em comportamentos implícitos e explícitos em paradoxos, mediante as características vividas e compartilhadas em comunidades de verdades e controvérsias, e disseminados, e em ordem dados digitais sincronizados por rede, uma repercussão de compostos atômicos mínimos do mínimo e pequena partícula de um átomo em dispositivos móveis em conexão, por comunicação Satélite de Satélite em rede ao redor da Terra. Residem práticas tecnológicas que passamos: Presidir, preceptor e presenciar em mídias sociais, e manipulações diretas ou indiretas de seus administradores assinantes e cadastros de carnais On line em www – Wide Word Wundi.


Instâncias da era digitais, os errôneas entornos Fake News e sua inverdades controvertidas usuais, por ferramentas da insatisfações de desejo, e afastamento do paradigma favorável à humanidade, e conexões vantagens em seus dinâmicos vínculos diferenciados, com cadeia de seres vivos, presença na interação humanas, por máquinas. Essa robotização, sem periféricos controversos da robótica positiva e ciência da natureza e sua sustentável convivência harmônica.


O conceito terminológica batizada de comunicação científica tecnológica e sociedades Contemporâneas desmoronou – se, ou ruiu os castelos dominantes da TICs? Surpreso, e contínua em combatem, pelos constructos normativos, aqui reflexões de Kuhn, onde vemos por termos e contextos apostos otimizados e opostos em dados e linguagens digitais. Que caracteriza inseguranças por alastra se para outros protótipos, a exemplo em combatem também os Haskell’s. A capacidade de convívios das TICs, desses ilegais, a compreensão do autor, criticava por “quebra- cabeça” para comunidade científica, na alusão em resolver as instâncias redirecionar o paradigma, que nos presidir, e eixos estabelecidos a Cultura e seus valores anti éticos e novos conceitos descritivos de representação e para aceitação e adesões ou combater, para si e extensivos polêmicos e questões despolitização consequente em guerra cibernética digital e mídias. As afirmativas desenhada da estrutura de revoluções científicas e interpretação: “ Entornos em modo de crise, aí surgem os avanços para o novo paradigma são possíveis. “


Analítica (Bowdon, Pp.234, 2019), considerações de que suas interrogações respondidas questionantes de Kuhn, criticamente por ruins, e visão tacanha, no texto e contextos, que o mesmo deveriam sempre estar questionando o paradigma . Características para o novo subjaz sua disciplina. Adiante defini por perceber por não: “Amadurecimento para real; composto de regras. Todas nem positiva e negativas; espécie de lentes para enxergar o mundo”. A síntese, teceu: “ O verdadeiro valor está em ver os paradigmas objetivamente e admitir a possibilidade de que as nossas verdades podem ser meras suposições. “

CONCLUSÃO

Nas bases da disciplina inteligência artificial e suas fragmentados de informática, ciência da computação e engenharias de Softwares, situando em disciplinares em Tecnologias de aprendizagem, de contornos originárias da interação humana. As básicas regras de convivência, compartilhadas, trabalhadas, colaborativas, ensinada, extensivas em metodologias e métodos disciplinares, e com utilitários instrumentais, ferramentas e empíricos em práticas num processo de aprendizado, e inserção de informações epistemológicas de ciências e técnicas, mergulha – se o exercício de práticas de ensino, instrução e treinamentos laborais, Leasings sistemáticas com auxílios de TICs, e compreendemos que o formato laços disciplinares e interdisciplinares, ergues o envolvimento da empírica práxis terminológica “Aprendizagem e conhecimento”, a acesso, inclusão e informações e paridades de domínio com ferramentas e interações, as expectativas práticas e afirmações otimizadas em estudos, investigações e criatividades em TI e conteúdos e planejamento dinâmicos para ensino, e direções de bibliografia e referenciais de construção de domínio disciplinar e definições de construção e desafios das práticas, em exercícios da criação intelectual, as bases produção de d3senho em leitura filosófica, melhora epistemológicas e conceituais inovativas disciplinar e alarga posteriores e outros novos conhecimentos. Em instâncias enquanto aprendizado, e aberturas das buscas, questionantes, ante barreiras e impedimentos, seus convívios de vencer e conquistar aprendizado e adentrar e produzir conhecimento. Definimos, que o processo, essa dinamização das Tecnologias de informação e comunicação nesta amplitude livre acessos possíveis sem limites, para suas práticas de domínio de ferramentas, o indivíduo desenvolver dinâmicas próprias criativas, de aprendizado recorrido, recursos disponíveis e suas práticas e informações abertas. A busca por formação disciplinar em temáticas de informações e práticas são capacitores pedagógicos e conteúdos enriquecedoras apresentados e abordados por instrução e ensino, traz progressos e dinamiza rapidamente esse processo de aprendizagem e produção inovadores de conhecimentos. Os desígnios controvérsias deste paradigmas assinalam dois comportamentos digitais: a) Apostos e; b) Opostos. Construído e descontruídos dados e perfis. Essa embate, simpatizam em guerra de pseuda e ideais digitais que chocam, agridem e criam crimes digitais em polêmicas, valores éticos destroçados e distorcidos em erros os pilares do paradigma e entornos otimizadas digitais orgânicas eletrônicas. Esse perfil de espécies de politicagem mitigam volumes de rebeldia cibernética robotizada e oculta, a característica da prática. A lei de combate das práticas disseminativos, suas instituições de regulações e fiscais de monitoramentos, terão normativas e detalhadamente de legislações a serviço e alcances. Em paralelos, caminha a Lei de Direitos digitais – IA, em curso, principalmente colocam no centro a politizada e crimes de Haskell’s e dispositivos para robótica. Essas violações tendem por determinantes sinalizados informar e formar outros comportamentos. A leitura retrógradas de destinos e P – PP Projetos de políticas públicas veredas o Sistema de Governo e plataformas Constitucionais civis – Depois de 1988, os rumos do PIB – Produto Interno Bruto, em seus índices aplicados e investimentos de 12% em retornos em educação no Brasil, e nestes os resultados e nivelamentos de IDH – Índices de Desenvolvimento Humano, descrevem déficits cada vez menores, nivelado médias 4,6 sem mudanças mais significantes por mais de 30 anos (trinta anos) e destinos desmontáveis de processos de transformações da sociedade e desenvolvimento socioeconômicas. Mais cada, Governo civil, instala se, as instituições de seus poderes: Executivo, Legislativos e Jurídicos veredas por considerações manter e instituir suas aplicações por: Estruturas apoteótica de polícias e Estruturas Jurídicas específicas. A diminuição viáveis determinantes das cadeias pilares sustentação e eixos de educação por desenho cientifico de uma nova sociedade, alinhando conjuntamente desalinhos das normativas regulares descaminhos de conjecturas de corrupção. E de outro lado, a distâncias de controvérsias da pirâmides sócio econômicas da sociedade e acessos excluídos por minorias de 56% da população, em trajeto a ciência e natureza introduzindo – Tecnologias e aprendizagem, por eixos globais, mediante produção de conhecimento, e TICs dando sustentáveis ambientação e analítica e estudos, na interação humana da humanidade, e suas espécies seres vivos e máquinas. A humanidade co participe e seus valores éticos construídos buscam aplicabilidade sustentáveis e questionancias: “ Que valores éticos queremos? E quais estamos herdando? E quais estamos inseridos? As famílias e comportamentos refletidos? Podemos exemplificar, que a sabedoria de governantes pesam e somam. “ A instrução e ensino para bases educacionais, de uma Nação chefe de governança sinalizou aula inaugural em introdução de PP- Políticas públicas em carnais de redes de mídias, conteúdos de cuidados de combatem: Corvit 19 e conteúdos das 10 informações de enfrentamento de higiene. “ Essas bases indicam que valores éticos e morais, as instituições caminham e presidem – Educação .

Referência bibliográfica

Buther – Bowdon,T.(2019). A estruturas das revoluções científicas. Org. Thomas Kuhn.(Trad. Pete Rissatli, Pp.228, 235. São Paulo: Benvira.

Lei 2630.2020 – Senado Federal.( 2020) Prerrogativas e dispositivos: Lei 2630/ 2020 Combate disseminação de Facks News. Senado Federal, Brasília.

http://www.Tvsenado.gov.br

Wikipédia .( 2020). Teoria e conceitos de paradoxos. www. Wikipedia.

[Santos, Jusenildes.,(2020) . Apostos e opostos dispositivos – Lei 2630/ 2020 Fake News: Ajustes rigores científicos em C&T. [Ensaio de pesquisa] . Normativas normais x contextos de supressão de valores em Inteligência Artificial. University Europeia Atlantic – Ibero americana. TIC – Projetos. Docência prática. Teologia e política- FCP. Aju, 2020.]

A promessa de Cristo ressuscitado: São Paulo, teve conhecimento do mistério – Se converter á ministro submetido na fé ao Espírito Santo, O’ Jesus Vivo – “O testemunho de Saulo – batizado cristão São Paulo”

Déficits em P – PP SSAN: Discussão e polarização

Featured Image -- 1255
Fonte: Acampament statitics

I – Introdução

À política SSAN, é uma dialética do discurso com correntes de pensamentos defensivas polarizadas numa temática P- PP Políticas públicas que emergem potenciais imprescindíveis de agregações que compreendem com juntos e complexidade de atores relutantes civis orgânicas de entidades e instituições que compreendem perspectivas de figurantes ingressos compostos interdisciplinares e transdisciplinares posteriores.

2.0. Dialética discursiva complexa

Construir dispositivos paralelos que agreguem, e unam as complexidades dispersas, e abertas para considerar direções provenientes predispostos em políticas públicas em SSAN, por prospectos de envolvimento de otimização.

2.2.1. CONSEA e a constituição de membros civis

As P – PP internas por Nações – Projeto de governos, membros ONU – Organismo das Nações Unidas em Secretaria de Direitos Humanos – DH, e de otimização subtemas DAANA – Direitos a Alimentação Adequada Alimentar e Nutricional, que agregam entornos de otimização, em déficits de suportes políticos em alimentação AN – Alimentação Nutricional – Nação, e perspectivamente frente de projetos – DAANA, que foram, e são propensos para projetos Interno – Brasil CONSEA – Conselho Nacional Segurança sub Alimentar, constituído por civis e outras entidades orgânicas internas de governos, com objetivo básico geral de traçar planejamento em Políticas públicas em Segurança alimentar e nutricional para nação, junto ao Governo vigente ordinário e Planejar; Prove e direcionar diretrizes em para aplicação em projetos de desenvolvimento do Governo, constitucional em vigência na nação, sob tutela de Concedidas – Conselhos estaduais de segurança e alimentar, em sub – metendo as secretarias de Governos estaduais e municipais desde 2000. Presentemente, e sucessivamente, sendo articulante de objetivos internacional – Mudanças em metas mundiais de aspectos imprescindíveis no Brasil e mundial – ONU – Nações Unidas, perante de metas 2030 perspectivas e estatísticas em déficits e segmentos de interna circulação, a FAO – Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura, e OMS – Organização Mundial em Saúde. Para dados eficientes e suas políticas de reversão em IDH – Índice de Desenvolvimento Humano.

2.2.2 . Metodologias – Tematização de GT – P – PP

Tematizando efeitos em Insegurança alimentar – IA a verificação de membros pesquisadores e outros adjuntos cooperantes e colaboradores participativos em ENPSSAN – Encontro Nacional de Pesquisadores em Saúde e Segurança Alimentar e Nutricional e PENSSAN – Rede de pesquisa Nacional de Saúde e Segurança Alimentar e Nutricional, sob tutoriais membros de equipe temáticos de grupos de trabalho, compostos em 06 (Seis), posteriores que postergam dispositivos em PPP – Projetos Políticas Públicas suas linhas concentradas em educação, ensino e pesquisa, bem como em extensão acadêmicas, por diversos segmentos de presentes, e neste em efeitos de enfrentamentos a perspectivas aos temáticos enfatizantes, nos trabalhos, enfocados e entronizantes.

2.2.3. Membros SSAN – Agenda 2020

Os projetos, em SSAN – Sistema de Segurança Alimentar e Nutricional, com agenda pensante de Governo, sem otimização prósperas – 2030, no Brasil, no vigente Governo totalmente em desencontros de Projeto piloto dinamizador harmônico numa direção política e segmento com paralelas e hibrida congruências de diversidades e pluralidades de representações e supostas e desagregantes ideologias e bandeiras representadas perante população brasileira e diretrizes partidárias, por futuro cicatrizantes embates de contradições e adversidades outrora, por desalinhos SSAN. Des – articulantes, e centralizadora, não democrático, sem transparência em Projetos definidos, e dispersos, mais com cobranças de seus déficits socioeconômicos políticos e culturais, uma realidade que saltam os olhos em aspectos gritantes de índices para seus reverses juntos, uma direção por desafio e por paradigma de uma sociedade em mudanças e transformações no Século XXI, sua segunda década – 2020.

2.2.4. Propostas sub – temáticas

Prósperos de uma democracia que agregam diversas etnias por raízes, a presentes antecedentes e colonização: Etnias indígenas presentes adentrantes; Etnias Europeus branca; Etnias de Negros; E posteriores: Etnias de Orientais; Etnias Asiáticas, para uma afirmante miscigenação de povos para construção de um povo, uma sociedade nova, desafio até hoje, e suas contribuições sócio – econômicas e culturais. Neste contribuiria para constructos mais afirmantes, a exemplo da presença entronizantes dos povos Amazônicos e sua cultura Indígena presente no ENPSSAN 2019 – Pesquisadores e discentes em pesquisa, pontos reconhecidos de avanços, e neste sugerimos. Para ajustes futuros em reparações de seus déficits ENPSSAN – Rede PENSSAN, estes dispositivos mais avaliados e efeitos de conjunto – Regras a contrapor:

Featured Image -- 1255
Fonte: Imagem de acampamento
  • Imagem capturada em acampamento bolsão

a) Racismo institucional;
b) Áreas de pesquisadores institucionais;
c) Otimização de GT – Grupo de Trabalho;
d) Tempo médio – Pequeno – Discursão e controvérsias.
e) E etc.

CONCLUSÃO

Direcionar perspectivos de crescimento para otimização de P – PP – ONU – DAANA, procedem por construir entornos e reflexões acadêmicos, em encaminhar progresso de seus membros pesquisadores e academia, representada e apresentada a sociedades e entidades orgânicas e sociedade, que portanto agregam profissionais atuantes e outros atores que compartilham e colaboram e participam.

Referência bibliográfica

1. ENPSSAN. (2019). Eixos conexos e desconexos para questão: Insegurança alimentar- Políticas sócio econômicos e cultural P – PP: Uma reflexão em QQ. ENPSSAN 2019 de 09 de setembro a 13 de 2019, UFG – PENSSAN, Goiânia, 2019.

[Reflexão: Santos, Jusenildes, (2019. Déficits em P- PP SSAN : Discussão e polarização – Insegurança alimentar – Políticas sócio econômicos e cultural P- PP: Uma reflexão em QQ. ENPSSAN 2019, de 09 a 13 de setembro de 2019, UFG em Goiânia. PENSSAN. University Europeia Atlantic – Ibero americana BR. TICs – Projetos, Docência prática. Teologia e política- FCP, Goiânia, 2019[Grupo de trabalho – GT4].